terça-feira, 2 de setembro de 2008

Terceira História - "O Menino Mais feio do mundo"

de Regina Chamiliam e Helena Alexandrino - Editora Ática
Fotos Rodrigo Terra


23 de agosto de 2008, Livraria da vila - Casa do saber no café IL Barrista

O tempo virou durante a madrugada, o dia acordou frio eu havia imaginado a história no deck do café com sol. Então resolvi lançar mão da cortina de fitas de cetim, para colocar cor no espaço.
Onze e Meia, pontualmente chegaram as pessoas para abrir a história, o publico era bem diverso a maioria crianças no colo da avó no colo da mãe... no colo (quentinho).
Convidei todo mundo para chegar mais perto e começando a história quem passava na rua entrou quem assistia em um minuto desceu do colo e se aproximou.


fitas coloridas



A História do livro é deliciosa! Bem escrita, cheia de elementos da tradição oral e conduzida com muito prazer pela autora Regina Chamiliam. É daquelas histórias, que a gente lê e que fica com a gente por um tempo, fazendo sentido em momentos inesperados.
O tema é cheio de possibilidades faz pontes valiosas traz questões pertinentes para pequenos e grandes.


Uma Mãe entre as fitas na história Aberta

Falamos juntos, de Beleza, beleza aparente, o mundo interno do menino (mais feio do mundo) a sombra dele, os vínculos, a descoberta do amor, a deliciosa festa de São Jõao, as criaturas fantásticas, o inferno, o diabo a vontade de ser bonito para olhos dos outros, o amor incondicional! Ufa!
Com delicadeza da narrativa que nos faz achar o diabo interessante, repelir e acolher o menino e finalmente pensar sobre o valor de nossa sombra.
O menino vende a dele ao diabo, fica lindo e mal e através de uma fornada fantástica retoma sua sombra a costura de novo como Peter Pam.



A História Aberta se faz no encontro em um processo colaborativo partindo de uma narrativa .
O grupo traz imagens formula perguntas e a mediação que faço está hora em falar de coração aberto sobre essas questões , hora em construir imagens ,personagens e seus trajetos através da improvisação.


Depois TODO MUNDO foi ver o livro! (vale a Pena!)


o Filho da Moça entre as fitas experimentando o adereço " contador de segredo para você mesmo" ou em palavras simples um cano de conduite

Antes de ir, eu queria agradecer a um menino chamado Bernardo que participou ativamente!
A Aquela mãe na foto entre as fitas pelo monte de sorrisos, e contar que o diabo esse dia, como disse um pai ficou parecendo Elvis Presley!

Um Beijo Grande

Kiara Terra

Um comentário:

Anna disse...

Querida, parabéns pelo blog (e pelas lindas contações). Beijão da Anna